Metapolitefsi

Parte de uma série sobre a
História da Grécia
Coat of arms of Greece.svg
História por tópicos

Portal Grécia
  • v
  • d
  • e

Metapolitefsi (em grego: Μεταπολίτευση, traduzido como "mudança de política / regime") foi um período da história grega moderna após a queda da ditadura militar de 1967-1974, que inclui o período de transição desde a queda da ditadura até as eleições legislativas de 1974 e o período democrático imediatamente após estas eleições.[1]

O longo percurso em direção a Metapolitefsi começou com o polêmico plano de liberalização de Georgios Papadopoulos, chefe da ditadura militar. Este processo foi contestado por políticos importantes, tais como Panagiotis Kanellopoulos e Stephanos Stephanopoulos. O plano de Papadopoulos seria interrompido com a revolta na Politécnica de Atenas, uma manifestação maciça de rejeição popular a junta militar, e o contragolpe perpetrado por Dimitris Ioannidis.

O fracassado golpe de Estado de Ioannides contra o presidente eleito de Chipre, Makarios III, e a subsequente invasão turca conduziu à queda da ditadura e a nomeação de um governo interino, conhecido como o "governo de unidade nacional", liderado pelo antigo primeiro-ministro, Konstantinos Karamanlis. Karamanlis legalizou o Partido Comunista (KKE) e formou a Nova Democracia, um novo partido de centro-direita, que venceu as eleições de 1974.

Ver também

Referências

  1. Dr. Othon Anastasakis. (30 de julho de 2014). «El paisaje de los partidos políticos en Grecia y la política de "salir del paso"». The Economy Journal.com 

Fontes

  • Clogg, Richard (1992). A concise history of Greece (em inglês). [S.l.]: Cambridge University Press. pp. 219; 235. ISBN 9780521004794 
  • Clogg, Richard (1987). Parties and elections in Greece: the search for legitimacy (em inglês). [S.l.]: Duke University Press. ISBN 9780822307945 
  • Master of European Studies Susanne Voigt. Military Regimes in Turkey and Greece - A Comparative Analysis (em inglês). [S.l.]: GRIN Verlag. ISBN 9783638917902